como-amarrar-uma-pessoa

Como amarrar uma pessoa? Passos de uma amarração!

O que você vai ler neste post

A Amarração Amorosa é sem dúvidas o trabalho de amor mais poderoso que um médium experiente pode dominar. Quando se trata de amor, um trabalho dessa magnitude consegue mover céus e terras para duas pessoas ficarem juntas. Mas é fundamental que o médium realmente saiba como amarrar uma pessoa a outra.

Além de ter que ser um médium dedicado e estudioso, essa pessoa também deve ter uma conexão com os Orixás para o trabalho realmente funcionar. Em vista disso, o Pai de Santo Antônio de Ogum vai mostrar o passo a passo em detalhes de como amarrar uma pessoa, como manter o trabalho funcionando por toda vida e em quais situações o trabalho funciona.

Pai Antônio presta atendimento mediúnico há mais de 38 anos e já ajudou muitas pessoas e casais a serem felizes no amor com a Amarração Amorosa. O médium tem experiência e conhecimento de sobra para dar dicas sobre esse assunto, além de manter uma conexão forte com os Orixás e outras entidades do Plano Astral Superior.

qual-o-papel-do-plano-espiritual-na-amarração-amorosa
Qual é o papel do Plano Espiritual na Amarração Amorosa?

Como amarrar uma pessoa?

A única forma de amarrar uma pessoa à outra é com o amor verdadeiro que ambos sentem um pelo outro. Ou seja, somente o amor de uma pessoa pela outra consegue manter uma relação firme e estável. Tudo o que o médium e as Entidades de Luz fazem é ajudar as pessoas a enxergarem esse amor que um sente pelo outro e transformar em um relacionamento amoroso abençoado e protegido.

A Amarração Amorosa é um verdadeiro trabalho de Cupido e só funciona de verdade se as pessoas envolvidas realmente tiverem amor para se relacionarem, caso contrário é tempo perdido. O segredo em como amarrar uma pessoa está no fato de que espíritos desencarnados e Orixás conseguem enxergar os sentimentos das pessoas de um ponto de vista privilegiado.

Um Orixá pode intervir na vida de um encarnado para mudar o caminho dele se for preciso. É claro que tudo tem um limite e esse poder de intervenção só é limitado por questões de evolução. Por isso, a Amarração Amorosa deve ser avaliada com antecedência antes de o trabalho ser realizado. 

Avaliação espiritual

A avaliação que determina se um trabalho pode ser realizado ou não é feita durante uma Consulta Espiritual. Pai Antônio de Ogum pede para que a pessoa interessada no trabalho conte algumas coisas sobre o que sente e suas intenções com a pessoa amada. Ao longo da conversa, o Plano Espiritual está sendo consultado e explica detalhes intrínsecos sobre o passado, presente e futuro da pessoa interessada no trabalho e de quem ela ama.

As questões de evolução serão as primeiras a serem avaliadas e se o caminho dos dois não puder ser cruzado, o trabalho não será uma opção. O interessante é que você será informado sobre isso em uma Consulta Espiritual com Pai Antônio de Ogum e não será vítima de charlatanismo. 

Se após a avaliação e toda a orientação mediúnica que Pai Antônio recebe, o trabalho for aprovado, imediatamente o médium começa a passar uma lista de orientações para o interessado na amarração. As recomendações e orientações são necessárias antes e depois do trabalho para que tudo dê certo. Desta forma, fica claro a importância de uma avaliação espiritual séria antes de começar a amarrar uma pessoa.

Aumente seu poder de sedução com Amarração Amorosa

Começando o trabalho

O primeiro passo após o aval dos Orixás para o trabalho de amarração começar é preparar a pessoa interessada no trabalho, informando instruções importantes. Geralmente, a pessoa é orientada a não divulgar sobre o trabalho para ninguém e fazer orações específicas que Pai Antônio irá ensinar.

Existem orientações específicas que podem ser passadas e todas devem ser seguidas à risca. Deixar de seguir as orientações pré e pós trabalho pode pôr em risco a eficiência do ritual. 

Reunindo objetos mágicos

O próximo passo será dado pelo médium e sua equipe de trabalhadores encarnados e desencarnados. Objetos simples e outros raros serão reunidos e utilizados no trabalho. Cada objeto tem um porquê de ser utilizado. Saiba que para cada trabalho de amarração, objetos e lugares variam, tornando um trabalho mais fácil ou difícil de ser realizado.

Com os objetos reunidos, Pai Antônio pode realizar o trabalho e deixar nas mãos das Entidades todo o trabalho de intervenção.

Qual é o papel do Plano Espiritual na Amarração Amorosa

No trabalho de Amarração Amorosa, tudo que acontece é conduzido pelos Orixás, mais especificamente por Oxum, a Orixá do amor. Ela vai coordenar todas as ações poderosas capazes de unir o casal na amarração. Sugestões poderosas serão sussurradas dias e noites no subconsciente do amarrado ao longo do trabalho.

O amarrado e a pessoa interessada no trabalho passam a receber a presença constante de espíritos capazes de intervir nos sonhos, nos pensamentos e nas atitudes dos dois. O amarrado terá sonhos eróticos e românticos com o dono do trabalho, tudo com muita intensidade. Ao acordar, o amarrado será sugestionado a pensar 24 horas no dono do trabalho. Para isso, os espíritos conseguem disparar memórias específicas que estimulam o sentimento de amor do amarrado pelo dono do trabalho.

Além de memórias boas, como do sorriso, da voz ou do modo em que a pessoa se expressa, o amarrado vai ser sugestionado pelo Plano Astral a lembrar dos sonhos que passou a ter pelo dono do trabalho. Esse poderoso estímulo de pensamentos e emoções conseguem conduzir o amarrado até os braços do dono do trabalho em questão de um mês.

Amarração Amorosa confiável: veja dicas

Intervenção poderosa

A intervenção não fica só nas sugestões e, Oxum e seus desígnios conseguem gerar situações no dia a dia capazes de aproximar cada vez mais duas pessoas. Esbarrões inesperados, encontros sugestivos, a pessoa de repente vai ver com frequência o dono do trabalho. De repente o amarrado começa a estudar na mesma escola ou muda para uma casa muito próxima de quem pediu a amarração.

Orixás possuem poder suficiente para mover céus e terras e gerar as situações necessárias para unir pessoas. Com sonhos, pensamentos e desejos sendo estimulados, com certeza esses esbarrões vão fazer o amarrado acreditar que tem algo a mais e nada é por acaso. Cedo ou tarde o amarrado vai ceder a essas armadilhas do destino e pular nos braços do dono do trabalho. 

Sinais e declarações

Após 21 dias de trabalho, é comum que os sinais das sugestões e de toda a intervenção comece a se firmar na mente do amarrado. Esses sinais se tornam intensos, transformam-se em um hábito, tornando a crença nesse amor cada vez mais real.

Já após 28 dias, esses sinais se consolidam e só resta ao amarrado ceder ao amor da pessoa amada (dono do trabalho). Geralmente, Pai Antônio aconselha ao dono do trabalho a não se declarar ao amarrado (quem recebe o trabalho), pois essa atitude deve partir do amarrado.

No entanto, essa não é uma regra e cada caso é um caso. O mais importante é seguir as orientações de Pai Antônio de forma correta. Assim que o amarrado procura o dono do trabalho para os dois ficarem juntos, a missão está cumprida. Basta ser feliz no amor com o amarrado e não ter dúvidas que esse amor é verdadeiro e abençoado.

Sintomas após a Amarração Amorosa: veja quais são!

Como manter o trabalho de Amarração Amorosa funcionando por toda vida?

Quando a relação engrenar de verdade, as sugestões e toda a intervenção não são mais necessárias. A partir daí, tudo vai depender do quão o dono(a) do trabalho segue as orientações passadas por Pai Antônio e de como essa pessoa se dedica ao amor firmado. Não se assuste, uma vez que o trabalho tenha feito você e seu amado(a) ficarem juntos, para separar é só fazendo muita burrada.

Para fortalecer ainda mais esse trabalho, o médium aconselha mais um trabalho que pode ajudar a firmar os laços de um relacionamento. O trabalho é conhecido como Casamento Espiritual e também deve ser avaliado pelo médium em uma Consulta Espiritual. Com o Casamento Espiritual o amor dos dois passa a ser blindado contra espíritos ruins, pessoas mal-intencionadas e contra muitas burradas cometidas pelo próprio casal.

Como saber se a Amarração Amorosa está dando certo?

Em quais situações a Amarração Amorosa é aconselhada?

Um trabalho de amarração é aconselhado para as seguintes situações:

  • Para quem quer ficar com alguém, mas não sabe nem por onde começar
  • Para amores improváveis e entre pessoas tímidas
  • Para namorar e casar com alguém com anos de diferença 
  • Para ficar com alguém que você ainda nem conhece
  • Para ficar com um(a) ex
  • Para “sair do armário” e viver um relacionamento homossexual saudável
  • Para experimentar uma paixão muito ardente
  • Para firmar um relacionamento que já existe

Converse com Pai Antônio de Ogum hoje mesmo por meio do WhatsApp e peça uma Amarração Amorosa. Você pode visitar o médium no endereço de atendimento: Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 750 – Vila Mariana, São Paulo – SP. Veja outros artigos como esse aqui no site e acompanhe Pai Antônio de Ogum também nas redes sociais Facebook e Instagram.

5/5 - (5 votes)

Veja mais posts

2 respostas

  1. Passei no Pai Ogum e logo de cara vi que era sério pelo que falou, minha vida está de pernas pro ar, perdi meu casamento e emprego, faz 1 semana que comecei o trabalho, no começo ficamos ansiosos, mais acredito que tudo vai dar certo no final, não vejo a hora de ter minha família de volta. Voltarei em breve para dar meu depoimento da vitória….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *